Aviso do Raposo

Os capítulos seguem uma sequência cronológica que por ordem de postagem estão ao contrário.
Para segui-los na ordem correta cliquem no ARQUIVO DO BLOG em cada capítulo.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

CAPÍTULO 4 - Jean Claude(JC) pros íntimos, Van Dame pros inimigos

Raposo, O Idoso Odioso
(Jean Claude(JC)pros íntimos,
Van Dame pros inimigos)


Raposo hoje acordou um pouco quebrado, afinal Matilda o fez dormir no sofá da sala por causa do episódio do cinema prometido e não ido.

Ou melhor, Raposo acordou no sofá do Jean Claude, uma vez que era lá que o gatinho dormia.

Ou melhor, o sofá era do Jean Claude, a Sala era do Jean Claude, a Casa era do Jean Claude.

É assim que é.

Jean Claude era o dono da casa.

O dono do Raposo.

E até o dono da Matilda.

Ele simplesmente deixava os dois conviverem com ele no mesmo espaço, afinal eles sempre lhes davam leite, comida e quando ele permitia uns carinhos e afagos.

Como disse antes, Jean Claude achava que era um cachorro, pois cuidava da casa como se o fosse.

Até Bono, o Pastor Alemão do vizinho se sentia intimidado por ele.

Ai de quem tentasse passar pelo portão, JC(Jean Claude)avançava com suas unhas de Wolverine Tupiniquim e créu, lá saia o intruso carimbado e ardido.

Raposo um pouco entrevado e acabado se dirigiu até a cozinha pra preparar o café, tropeçou várias vezes em JC que insistentemente lhe pedia seu café da manhã.

Raposo até que tentou driblar a bola de pelo faminta de quatro patas, mas não deu.

JC sempre vencia.

E o pior aconteceu.

"Caramba, acabou a comida do JC"

Lá foi Raposo torto, faminto e sonolento ao mercado comprar o banquete de JC.

Estacionou o carro, entrou no EXTRA, driblou 5 donas-de-casa-sem-atenção-passando-em-cima-do-pé-de-todo-mundo, 3 crianças-que-saco-brincando-no-mercado, 4 maridos-lesados-ouvindo-rádio-pra-passar-o-tempo e enfim, chegou a prateleira dos bichinhos.

Procurou a latinha preferida de JC e ao se virar para colocar as 3 latinhas no carrinho.

ZUNSSSPPPPP....

Passa uma criança a toda derrubando lata, lata, lata e Raposo.

"Que droga, mercado parece até sabonete de motel, tem sempre um pentelho que a gente não sabe de quem é."

"Cadê seu papai criancinha fofinha dos infernos?"

"Sai pra lá tio, eu sou o Super-Homem, não me atrapalhe."

"Super-pentelho, é o que vc é, sai daqui senão te taco uma tonelada de Kriptonita,seu peste."

Bom, agora é só ir até a caixa, pagar e ir pra casa.

"Senhor, a sua carteira de identidade por favor?"

"O que, minha filha, carteira de identidade pra pagar 3 latinhas de comida de gato?"

"É norma do mercado senhor."

"Então tá, chama essa Norma aqui e diz que eu quero ver a carteira de identidade dela, a sua e a do dono do Mercado, antes de mostrar a minha."

Depois de discussão, reclamação, objeção, cutucão, palavrão, enfim Raposo consegue voltar pra casa com as latinhas da discórdia.

"Toma Jean Claude, come e não me enche o saco."

"Miauuuuuursrsrsrsr"

Raposo, porém notou que JC estava um pouco arrepiado, talvez irritado, porque será?

Sem que Raposo notasse, BONO, o Pastor Alemão do vizinho o seguiu e entrou em casa, agora é tarde.

Passa a cem por hora Bono e Jean Claude atrás, derrubando, lata, sofá, cadeira, Raposo, tudo que aparece pela frente.
Crew.
Pow.
Zunsk.
Raposo tenta separar os dois e depois de muitos dentes, unhas,línguas, patas, enfim, consegue.

Raposo todo marcado toca no vizinho pra entreguar BONO, ou o que restou dele.

"Pereira, vê se você segura seu cachorro em casa senão meu gato vai acabar com ele."

"Raposo, o Jean Claude tem que ser interditato, ele não é uma gato ele é um louco."

"Olha quem fala.O Bono passeia com a camisa do América, sapatinho pra chuva e foge de gato.Quem será o louco?Ou é louco ou afrescalhado"

Enfim, Raposo, volta pra tomar seu café.

cadê o café?

Cadê a mesa que ele tinha posto?

"Raposo, eu já guardei tudo , isso lá são horas de se tomar café? Vê se acorda mais cedo"

Ai, Matilda, você tem sempre razão.

12 comentários:

Paulo Tamburro disse...

Só você mesmo. Texto criativo e bem elaborado.

Eu acho que diálogos são muito difíceis de se realizarem.

No seu caso você tirou, literalmente de letra.

Serei mais um seguidor.

tonhOliveira disse...

Fabiana

Gostei de tudo!
O que é este gato...Jean Claude!
Parabéns!
:)
Beijos!

Márcio Diemer disse...

Show! Muito bom!!

MarGGa disse...

Adorei Raposo, o idoso odioso; adorei, para falar a verdade, amei, JC - não sei porque essas iniciais me fazem ter a sensação de que já a vi em algum lugar? -; tive um pouco de peninha do Bono. Ainda não conheci a Matilda, mas estou chegando lá agorinha.

Anônimo disse...

Esse episódio do Raposo está a cara de uns carinhas e uns pessoalzinhos que conheço: a história do supermercado, a manha do JC, ou seja a "vidinha" do Raposo, que é "odioso", mas tem lá sua simpatia.
Parabéns.

Joao Batista Santos. disse...

cara tu és uma comédia. Estou adorando as aventuras e desventuras do Raposo.

Daqui a pouco(19 anos) completarei 65 anos e já estou ansioso para ter as mordomias de um ancião.

Fique na paz!!

Visite o meu blog e veja uma versão inusitada do tradicional Auto de Natal:
http://pelejanopaisdocarnaval.blogspot.com/

Dois Rios disse...

Hilário!!! rsrs...

Haja criatividade, menina!

Amei!

Beijo,
Inês

Joao Batista Santos. disse...

Oi fabiana!!!... Sou meio Raposão e apesar de acompanhar a santa modernidade, as vezes me esbarro com certas dificuldades na internet.
Gostaria de saber o que devo fazer para proteger uma obra.
A minha peça já está registrada, mas todo cuidado é pouco, né?

Abraçosss

VIVER É DEIXAR MARCAS disse...

Menina...esses episódios têm que ser bem divulgados. Estão muito reais e engraçados porque a vida é isso mesmo... uma grande piada!
Fica na paz e continue com esse olhar crítico e cheinho de humor.
Eu conheço pessoalmente o Raposo e a Matilda....

Bjsss

Nydia Bonetti disse...

Tenho um Labrador chamado BONO. E a criançada da rua diz que ele tem nome de bolhacha. É tudo uma questão de referência. :))
Não li tudo ainda, mas já quero ler mais. Muito bom teu trabalho, Fabiana!
Um beijo.

FaBiaNa GuaRaNHo disse...

Queridos, em nome do Raposo agradeço o carinho e convido a voltarem sempre e se quiserem podem dar sugestões e conselhos ao RAPOSO.
Bjs a todos

Anônimo disse...

Obrigado por Blog intiresny